Inquietaria

Faça seu cérebro pensar como um videogame e aumente a sua motivação

Tempo de leitura

Tem dias que é difícil encontrar um motivo para sair da cama. Mesmo tendo um trabalho com significado, na empresa dos seus sonhos, fazendo o que ama e tudo mais… mesmo assim, você dá aquela desanimada. Nem tudo é perfeito na vida, não é mesmo? Agora imagine como quem está desempregado e não consegue encontrar nenhuma oportunidade ou quem tem um trabalho (com o perdão da palavra) meio bosta.

Esta frustração – ou falta de motivação – é normal. Ela aparece principalmente quando você fracassa e fracassa e fracassa e fracassa… até que o cérebro começa para de associar as tarefas que você faz (por exemplo, o seu trabalho ou a sua busca por emprego) com as recompensas esperadas. E esse fracasso nem precisa ser muito sério: algumas entrevistas de emprego com resultado ruim ou um projeto no trabalho que não está saindo já podem causar este estado.

Cientificamente falando, o seu cérebro para de produzir dopamina, o neurotransmissor responsável pelo prazer. Aí, meu amigo, você vai ficar desgostoso mesmo!

“Tô desanimado, quero largar tudo e vender coco na praia”

Calma, gente. Não podemos nos deixar abater pelos desafios da vida profissional. Afinal, uma das maiores qualidades que os recrutadores de hoje em dia buscam nos candidatos é justamente a tal da resiliência, a capacidade de enfrentar as adversidades e continuar na luta! O desânimo é coisa passageira, como diria o médium Chico Xavier, “isso também vai passar”.

O grande lance aqui é não ficar esperando passar! Vamos te ensinar uma maneira de hacker a sua motivação, ou seja, sair desse estado de frustração que você está com seu trabalho, busca de emprego, carreira, faculdade, cursinho, tentando ver todas as temporadas de Game of Thrones… sei lá, qualquer coisa que você precisa continuar motivado para fazer melhor! Lembre-se: você não precisa largar tudo para começar a fazer o que ama!

Faça seu cérebro pensar como um videogame!

Seu cérebro tá de sacanagem com você: ele já está associando as suas tarefas ao fracasso e por isso você nem consegue ter motivação para realiza-las. A neurologista Judy Willis explica que “você precisa reforçar o padrão de que o esforço para alcançar as metas pode resultar em sucesso”. Mas como fazer isso?

Segundo a médica, uma ótima maneira de resolver este problema é seguir o modelo dos videogames, que funcionam por três componentes: “chance de continuar (ou refazer), desafios alcançáveis e a frequente comunicação de que você está progredindo rumo ao objetivo final”. Se funciona nos games, funciona com você também!

Mas moço, como eu faço isso?!

Não é difícil adotar esse modelo dos videogames para a sua vida profissional. Sério, ele é bem simples e se encaixa perfeitamente em qualquer carreira. Mas você precisa desenvolver esta mentalidade capaz de seguir direitinho os componentes citados pela doutora aí em cima! E que a gente vai mastigar um pouquinho aqui embaixo.

Primeiro, você precisa definir as suas metas profissionais (percebeu que tem um link nessa frase, né? Pode clicar nele que você vai encontrar dicas muito boas de como planejar a sua carreira). Elas precisam ser claras, pois você precisa saber exatamente aonde quer chegar, e realistas (não dá para querer ser imperador da galáxia da noite para o dia).

Depois, analise os seus passos, para saber se você está no caminho certo – o que você está fazendo para alcançar as suas metas está te levando para o sucesso? Tente entender o quanto você já realizou e o que ainda falta realizar; é importante que você tenha a noção exata de quanto falta para você zerar esse game que é a sua vida profissional (no caso, este objetivo específico).

A chance de refazer é algo muito simples, que muita gente não se permite: às vezes tudo o que você precisa é fazer diferente. Se hoje não deu certo, amanhã você tenta de outra maneira, encontre outro modo de passar dessa fase! É assim nos videogames. Ah, e não precisa ter medo de errar no trabalho… o objetivo principal das empresas não é que os seus funcionários não cometam erros, mas sim que eles produzam coisas bacanas que vão dar lucro para elas!

Leia também esse texto aí de baixo para entender um pouco melhor sobre esse nosso medo crônico de errar no trabalho!

Por que você não pode ter medo de errar no trabalho

Como esses dois simples passos irão te ajudar? “A explosão de prazer de motivação intrínseca que vem do reconhecimento do seu progresso e das conquistas que levam para a realização do seu objetivo irão deixar o seu cérebro motivado a perseverar”, explica a Judy.

Simples assim!

Descubra o que você ama

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
6

Tags:

Cuida de comunicação e conteúdo na 99jobs, acha estranho falar dela mesma na 3ª pessoa (ué, acho mesmo), sabe de tudo (ou procura no Google) e adora ficar nesse eterno gerúndio 24/7 chamado internet!

Espalhe

Warning: file_get_contents(): php_network_getaddresses: getaddrinfo failed: Name or service not known in /home1/ninenine/public_html/inquietaria/wp-content/plugins/sharify/admin/sharify_count.php on line 24

Warning: file_get_contents(http://urls.api.twitter.com/1/urls/count.json?url=http://inquietaria.99jobs.com/faca-seu-cerebro-pensar-como-um-videogame-e-aumente-a-sua-motivacao/): failed to open stream: php_network_getaddresses: getaddrinfo failed: Name or service not known in /home1/ninenine/public_html/inquietaria/wp-content/plugins/sharify/admin/sharify_count.php on line 24


Queremos te conhecer melhor. Topa responder 4 perguntas sobre quem é você?

Leva só 1 minuto e 46 segundos :)