Inquietaria

5 hábitos das pessoas mais inovadoras que você respeita

Tempo de leitura

Sabe aquela pessoa que você olha e se pergunta de onde ela tirou aquela ideia tão boa? Você também queria ter esses insights de vez em quando, mas sente que não consegue, e fica só na admiração… Sai dessa vida, porque tem jeito de melhorar sua criatividade sim. É questão de levar pra sua vida os hábitos que esse pessoal diferentão levou pra vida deles. Aceita uma dica? Não tente cultivar todos esses cinco hábitos de uma vez. Escolhe um e se dedica de verdade a ele. Aquele que fizer mais sentido e for mais instigante. O meu escolhido, por exemplo, é o 4.

1. Steve Jobs: Faça uma boa caminhada

Em 2014, pesquisadores de Stanford descobriram que quando as pessoas estão caminhando sua capacidade criativa melhora cerca de 60%. Sabia que a tendência em alta no mundo business agora é fazer reuniões-caminhadas? Vintage, até, porque é assim que faziam os artistas e filósofos. No mínimo mais prazeroso do que ficar sentado dentro de uma sala, às vezes, por mais de horas.

E não é só o humor que melhora, o foco também. Andar a sós, por exemplo, te ajuda a escapar das interrupções que não te deixam pensar num assunto por muito tempo. Agora você já sabe: aqueles 15min que você passa checando suas redes sociais provavelmente eram 15min que o Jobs usava pra dar uma caminhadinha e ter ideias legais, tipo… o iPhone.

Se você não está preparado(a) para estar errado(a), você nunca vai aparecer com nada original.

2. Ellen DeGeneres: Se arrisque a estar enganado(a)

Existem dois tipos de “não”. O primeiro é o da inércia, quando você não faz nem diz nada: é um “não” que você recebe de si mesmo(a). E o segundo “não” é a negativa que recebe de outra pessoa. Quando não se arrisca, o primeiro “não” você já tem. E o segundo, que te dá medo, na verdade está carregado de coragem. Porque você pode até ouvir um “não” de alguém, mas foi só depois de ter dito “sim” pra si mesmo(a) e se arriscado a estar enganado(a).

Se sua reputação é passível de ser manchada porque você decidiu sair da zona de conforto e dizer ou fazer algo sobre o qual não tem certeza, é sinal de que as pessoas que estão te julgando usam critérios bem questionáveis. Vale a pena estar rodeado(a) delas? Mas, se ao contrário disso, você vê que as pessoas gostam é de ouvir ideias, então você deveria largar de besteira e mostrar o que está guardando. Se precisa de mais tempo pra pensar e elaborar sua ideia, perfeito, diga que precisa. Mas não se omita, até que não haja mais tempo pra você contribuir.

Foto: Ourit Ben-Haim

3. Mark Zuckerberg: Leia o quanto conseguir, mas leia

Colocamos o Mark, mas quando se trata do hábito de ler, entram também Elon Musk (à frente da SpaceX, de viagens espaciais, e da Tesla, de carros elétricos) e Bill Gates (já ouviu falar daquilo… como chama? Windows?). Pois bem. Pense na rotina desses dois caras. E a gente aqui, reclamando que não arranja tempo pra ler. Acontece…

Mas se você quer fazer da leitura um hábito, uma ótima ideia é levar um livro na bolsa/mochila. Ou seu e-reader. Assim, sempre que se sentir com tédio, tem um companheiro guardado. E se quiser manter uma rotina de leitura, nada de delimitar o número de páginas por dia, isso faz do hábito um martírio. Se acordar meia hora mais cedo não é uma boa pra você, leia um pouco antes de dormir. Fazendo assim, logo você vai se pegar procurando qual o próximo livro da vez.

tumblr_opk7u7fl5m1ua6c7po1_1280

Ilustração: Rob Gonsalves

4. Oprah Winfrey: Medite um pouquinho

Muita, muita gente (talentosa) fala sobre as maravilhas da meditação, mas poucos levam a sério. Ou pelo visto, poucos se levam a sério. Porque se tem tanta gente comentando sobre e, no caso, Oprah Winfrey é uma dessas pessoas, deve valer a pena experimentar, né não? Então já deixa combinado, pode ser mentalmente mesmo: Amanhã, 10min de meditação antes do trabalho. Não vale desmarcar com você, hein.

Tá bom. Amei. Mas por onde eu começo. Olha, a gente pesquisou listas dos melhores apps de meditação guiada e relaxamento, e encontrou dois que se repetem: Headspace (Android | iOS) e Calm (Android | iOS). Ambos são em inglês. Já baixou? E se preferir sem app, tá valendo também 🙂

10341615_741855475880950_3186439179051080008_n

Foto: James Estrin

5. Richard Branson: Aproxime-se mais das pessoas

O empreendedor por trás do grupo Virgin (que tem de companhia telefônica a companhia aérea) costuma dizer que ele se sente mais inspirado com o potencial que as pessoas têm do que com qualquer outra coisa. E dá pra discordar? Quem você menos espera pode dizer ou fazer algo que soa como um estalo na sua mente. Da mesma forma que aquela pessoa do seu convívio diário pode ter muito a te inspirar… desde que você bata um papo com ela. E pergunte. E queira saber. E se importe.

Branson diz que recebe uma pilha de propostas de negócios e que geralmente são fascinantes de se ouvir, já que você nunca sabe qual vai ser a próxima ideia revolucionária. Mas são as histórias pessoais de quem está falando que mais o interessam e que mais prendem a sua atenção. Pois é, os grandes romances da história estão repletos de histórias reais. Se você estiver circulando e observando e ouvindo o que se diz, pode muito bem ter uma dessas ideias de cair o queixo.

Se #inovação é a palavra que te brilha os olhos, vai gostar daqui

Inscreva-se agora no Masters Accenture

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
71

Tags:

Cuida de comunicação e conteúdo na 99jobs, acha estranho falar dela mesma na 3ª pessoa (ué, acho mesmo), sabe de tudo (ou procura no Google) e adora ficar nesse eterno gerúndio 24/7 chamado internet!


Queremos te conhecer melhor. Topa responder 4 perguntas sobre quem é você?

Leva só 1 minuto e 46 segundos :)